Ford Ka, 2016/2017, 1.0 flex, 3 cilindros, 5 marchas.

Desde que a Ford lançou o Ka com motor de três cilindros tinha a curiosidade de dirigir um. Finalmente chegou a oportunidade e a experiência foi muito rica, para o bem e para o mal.

Ka frente

O Ka assume bem o papel de carro urbano, bem simples e de baixo preço (há controvérsias neste ponto). Ele não tem mais o charme da primeira geração, mas Continuar lendo

Trocar o Corolla automático por “um carro melhor”, mas qual?

Meu amigo EDJ me fez este pedido, ele quer trocar seu ótimo Corolla 2013, automático, por “um carro melhor”, na faixa entre R$ 80 e 100 mil. Qual escolher?

Para quem me conhece e já leu meus posts sobre o Corolla aqui no BLOG, sabe que o considero um ótimo carro que eu não teria. Esclareço, acho o Corolla um Continuar lendo

Jeep Renegade, 2016/17, 1.8, Flex, automático de seis marchas, 4×2.

Test-drive.

O Jeep Renegade, o “queridinho” do mercado brasileiro, me mostrou rapidamente, neste primeiro contato, as razões pelas quais ele caiu no gosto do consumidor brasileiro.

renegade1

Antes de dirigir, sempre achei que ele fosse duro e me surpreendi antes da Continuar lendo

Óleo do motor do Fiat Palio.

O leitor Luis me escreveu:

“li uma postagem sua com a indicação do 15w40, mas no meu ta o 5w30 e vou precisar trocar pq deu os 10.000, sera que tem problema substituir por esse que indicou? e o resto que fica dentro pode causar algum mal ao se misturar com os quase 3 litros novos de outra nomenclatura?”

Luis, sua preocupação procede. Você está usando um óleo fora da especificação do fabricante. O ideal é trocar por aquele especificado no manual. A troca do filtro de Continuar lendo

Uso do ar condicionado.

O leitor Carlos leu um post que fiz sobre o uso do ar condicionado e ficou na dúvida sobre o botão que controla a recirculação de ar.

Explico melhor: quando este botão é acionado (a luz fica acessa), a entrada de ar externo é reduzida à uma vazão mínima (renovação de ar mínima para garantir a segurança respiratória dos passageiros). Nesta condição o Continuar lendo

SUV, Crossover, novo ou usado?

Com a grande variedade de opções, tomar a decisão de que carro comprar parece cada vez mais difícil.

Vários são os fatores a serem levados em conta, alguns bem tangíveis, como: preço de compra, custo do IPVA, custo do seguro, custo de manutenção, depreciação, liquidez e tempo de garantia. Outros, ainda que tangíveis, são de valoração mais subjetiva ou difícil, tais como: prazer ao dirigir, robustez, praticidade, adequação ao uso, acabamento, etc.

Neste cenário fiz a comparação entre muitas alternativas, mas destaco as seguintes opções, em ordem alfabética: Continuar lendo

Perigo ao ligar o AC do seu carro em alta velocidade, a nova lenda da Internet.

Está rodando pela Internet um longo texto, bem escrito e aparentemente bem embasado, que fala sobre danos aos aparelhos de ar condicionado (AC), quando estes são ligados com o carro em alta velocidade.

Como o texto é grande, coloco ele na íntegra no final deste post, mas o argumento é o seguinte: se você ligar o ar condicionado com o motor do carro em alta rotação, danificará o compressor do ar condicionado, pois este partirá da imobilidade para uma alta rotação.

Quem não prestar atenção pode achar que o argumento faz sentido, pois se Continuar lendo

Luz de óleo acendendo no painel.

A leitora Cláudia Leite e alguns outros leitores estão enfrentando o mesmo problema em seus carros, de diferentes modelos e marcas. Depois de fazer retíficas nos cabeçotes de seus motores, a luz de óleo passa a acender em marcha lenta, ou quando o carro esquenta.

Já abordei este tema por mais de uma vez, mas um leitor que viu no blog antigo (www.carrosemduvida.blogspot.com) os problemas dos motores dos outros leitores, fez um comentário complementar que vale a pena trazer à tona.

Todos os casos são semelhantes: cabeçotes avariados que precisaram ser retificados. Todos são motores de carros já bastante usados. É comum, nestes casos, que durante Continuar lendo

Fusca na lama. Montagem?

Alguns leitores assistiram este vídeo e perguntaram se era uma montagem.

Não assisti a filmagem, mas posso quase garantir que não é uma montagem.

Vale observar, que o Fusca do vídeo está equipado com pneus lameiros militares (os famosos candangos). O ronco do motor denota alguma alteração do motor, com possível aumento de potência. Algumas saídas de atoleiro denotam o travamento do diferencial, o que podia ser facilmente obtido com a instalação do freio de mão Selectration inventado pela Gurgel (veja post neste blog a respeito) e que podia ser instalado em qualquer Fusca (a ar).

Para quem não conhece o Fusca, seu fundo plano e com poucas saliências, facilita a passagem por atoleiros (não há pontos de ancoragem), o que, ajudado pela tração traseira, o baixo peso e a suspensão independente, já faziam do Fusca original quase um fora de estrada. Pequenas adaptações, como as citadas, podiam transformá-lo em um veículo off-road de poucas barreiras.

Um motorista “bom de braço” também fez a diferença neste vídeo. Infelizmente não conheço o autor do vídeo, nem o motorista.

 

Carburador do Escort Hobby.

Uma leitora perguntou:

“Na parte de trás do carburador do meu Escort Hobby existe uma mangueira, onde uma ponta que é de metal está ligada ao carburador e a outra é conectada ao motor. Vc sabe o nome dela? “

Como não sei se o seu Hobby é 1.0 ou 1.6, tampouco o ano de fabricação do carro, fica difícil ser preciso na resposta. Entretanto, vale uma explicação geral, que serve para qualquer carro carburado.

Se esta mangueira está ligando o carburador à tampa do cabeçote do motor, ela é a do suspiro de óleo. Se ela estiver ligada à base do distribuidor (onde estão os quatro cabos de vela), ela é a mangueira de vácuo. Já se ela estiver ligada na bomba de gasolina, ela é a mangueira de alimentação de combustível.
Alguns carros tinham também uma mangueira de retorno,  cujo destino da mangueira era o tanque de combustível. Neste caso ela desce do carburador e vai na direção da parede de fogo (aquela chapa abaixo do para-brisa, que divide o cofre do motor da cabine).
Se precisar de mais ajuda, tire uma foto em que ela apareça (retire o filtro de ar para melhor visualização) e me envie.