Motores de 3 cilindros são melhores que os de 4?

Muitos amigos e leitores tem feito esta pergunta. Será que os motores de 3 cilindros são melhores que os de 4? Não seriam mais desequilibrados?

Tenho respondido em tese. Comparando motores de mesmo deslocamento volumétrico (cilindrada), o motor de menos cilindros tenderá a ter melhor performance que o de mais cilindros. A razão é simples, há menos peças móveis e menos peças em geral, resultado: menos atrito interno no motor e menos peso, ou seja, mais desempenho do veículo.

É claro que que há muitos outros fatores que influenciam no desempenho, mas a tendência é que eles sejam mais eficientes energeticamente falando e tenham melhor desempenho.

Vale lembrar que os 3 cilindros não são novidade no Brasil. Na década de 60 os DKW (Sedan, Vemaguete e Fissori) usavam um 3 cilindros de 2 tempos. Os mais velhos vão lembrar da marca no painel que dizia 3=6, num a alusão à maior eficiência (alegada) por conta dos 2 tempos no lugar dos 4 tempos dos concorrentes. Era um motorzinho muito “alegre” e barulhento, que dava dor de cabeça ao concorrente direto (a linha VW a ar).

Quanto ao equilíbrio, as dúvidas não tem qualquer fundamento. A disposição à 120 graus é perfeita para este quesito, até melhor que um motor de 4 cilindros (na sua maioria dispostos à 180 graus).