Mais um leitor procurando um SUV como alternativa.

O leitor Antônio me escreveu:

“… tenho um Corolla xei 2011/12 aut, …. inapropriado para o Brasil (pistas de rolamento ou seria de obstaculos?!!!) penso em vende-lo e comprar um “SUV”. Inclino-me para o Mitsubischi ASX 2.0 4×4 por ser mais completo que o 4×2, salvo melhor juízo. Suas dimensões atendem melhor as minhas necessidades…… Na cidade com os espaços cada vez menores facilita encontrar vagas na hora de estacionar, além da altura entre o carro e o solo. … Estarei fazendo besteira? … surgiu uma oferta do dito asx 4×2 ano 2010/11. Vale a pena compra-lo? ….”

Meus comentários:

Seu caso é parecido com o post anterior e também com outros casos que comentei sobre alternativas de SUVs de entrada.

Acho o ASX 2.0 uma opção razoável, mas só compraria o 4×4 se realmente isto se mostrar necessário para seu uso (estradas com lama ou muita areia). Ele tem bom espaço intermo, acabamento razoável e um conjunto motor e câmbio bastante competente. Acho ele caro para o que oferece. Não compraria um usado, a menos que você conheça completamente a história do carro.

O Chevrolet Tracker é um competidor forte. Tem bom acabamento, desenho moderno e bom pacote de acessórios. O preço do carro 0 km foi reduzido, provavelmente por conta da chegada de concorrentes fortes no mercado. O motor 1.8 não empolga, mas é bem aproveitado pelo câmbio automático de seis marchas.

O Chery Tiggo é um projeto antigo, mas tem no preço seu forte apelo. O acabamento é simples e os materiais aparentam ser de má qualidade, mas o SUV é espaçoso e tem aparência externa que remete aos antigos RAV4 (veja post neste blog falando disto).

Se aparência não for o ponto central, o Renault Duster deve ser considerado (veja avaliação do modelo neste blog). Espaçoso e confiável, tem preço competitivo na versão 1.6, garantia de 3 anos e boa aceitação no mercado de usados.

O Ecosport não me parece uma alternativa para você. É caro para o que é e não tem dir=ferenciais significativos com relação aos concorrentes. Nesta versão de desenho “à moda coreana” ele perdeu o charme que o fez um campeão de vendas, tendo hoje sido superado nas vendas pelo Duster e pelo Renegade.

O Suzuki Grand Vitara é um ótimo SUV com a vantagem da tração traseira. Veja as avaliações publicadas sobre a versão 2011 4×2 manual neste blog. Tive um e gostei muito, mas a manutenção cara me afastou do modelo.

Minha opção na faixa de preço de um ASX seria o Jeep Renegade, na sua versão de entrada, para não fugir da faixa de preço. Se o câmbio automático for imprescindível, escolher a versão de seis marchas automáticas deve ser a mais conveniente para você. O projeto é moderno, seguro, bem acabado, leva o peso da marca mundialmente reconhecida e o desconforto das poucas autorizadas no país (mas neste quesito ele se equipara ao ASX, VItara e ao Tiggo).

Boa sorte na sua escolha.