Os diferentes pára-choques e os ângulos de entrada (ou de ataque) do Jeep Renegade.

Um leitor observou que os Jeeps Renegade, quando lançados, tinham dois formatos de pára-choques dianteiros, os modelos 4×2 incorporavam um spoiler na parte inferior, já os modelos 4×4 “mansos” também adotavam o spoiler, apenas na versão “casca-grossa” Trail-Hawk não havia este spoiler. Com o tempo, as versões 4×4 em geral perderam o spoiler e atualmente todas as versões têm pára-choques sem spoilers. O leitor quer saber a razão.

Esta não é uma resposta da Jeep, mas uma inferência minha. As versões 4×4 tinham o spoiler suprimido para melhorar o ângulo de ataque, já as 4×2 tinham o spoiler para melhorar a aerodinâmica do Renegade. Entretando, com ângulo de ataque muito pequeno, as versões 4×2 eram frequentemente vistas “raspando” o spoiler em meio-fios (estacionando em espinha de peixe) e em entradas de garagem subterrâneas, o que era constrangedor para um veículo de proposta “aventureira”.

A eliminação do spoiler resolveu este problema e deu ao SUV 4×2 melhor dinâmica em terrenos acidentados e no uso urbano. Também, ao padronizar os para-choques, a Jeep reduziu os custos de produção.

Para entender melhor o que estes ângulos significam, vamos relembrar o post aqui do BLOG de 2016, que explicou o que é o ângulo de ataque e o de saída, e de quebra (com trocadilho) o ângulo de quebra (não resisti…).

Ângulos de entrada, saída e de quebra. Estes ângulos são muito importantes para a dinâmica dos veículos offroad e também para os carros de rua.

Vamos definir cada um deles e esclarecer sua utilidade.

Ângulo de entrada (AE). Também é chamado de ângulo de ataque. Ele é formado entre a horizontal e a reta que tangencia o pneu dianteiro e o ponto inferior da área frontal do veículo.

Veja o que é o ângulo de entrada (AE) no desenho esquemático da figura a seguir. O AE é responsável pela capacidade do veiculo enfrentar obstáculos verticais (um meio-fio alto ou uma rampa íngreme, por exemplo). Quanto maior o ângulo, mais capaz é o veículo.

angulos fig1

Já o ângulo de saída (AS) também pode ser visto na mesma figura. O AS é o responsável pela capacidade do veículo sair de uma depressão ou de um declive acentuado, por exemplo. Quanto maior o ângulo, mais capaz é o veículo.

O terceiro ângulo importante para a dinâmica veicular é o ângulo de quebra (AQ, ou break-over angle, em inglês). Ele é formado entre tangentes aos dois pneus, tendo como vértice o ponto mais baixo da parte inferior do veículo. Ele pode ser visto no desenho esquemático anterior, marcado em vermelho. Este ângulo representa a capacidade do veiculo transpor obstáculos altos e curtos (menor que a distância entre eixos) ou de sair de um aclive íngreme. Quanto menor o ângulo, mais capaz é o veículo.

Na figura a seguir, que deve ser comparada à primeira, visa mostrar que, se um mesmo veiculo for “alongado” seu AQ tende a aumentar, piorando a sua capacidade de vencer obstáculos em offroad.

angulos fig2

Se você não gostou dos meus desenhos esquemáticos, seguem abaixo dois desenhos profissionais, elaborados pelo fabricante americano de caminhões International®. A primeira mostra os ângulos de entrada e saída.

ae as angulos

A segunda mostra o ângulo de quebra.

aq angulo

Observem algumas fotos dos Renegades e tire suas próprias conclusões…

Pára-choque sem spoiler – Jeep Renegade Longitude 2021 – Foto promocional do site da Jeep do Brasil
Pára-choque com spoiler – Foto GTCARLOT (USA dealer)

Ângulos de entrada, saída e quebra.

O leitor leu o post do BLOG antigo e me perguntou como ele poderia achar os melhores ângulos de ataque e saída para o carro dele. Para responder a ele e informar os demais leitores que não leram o POST original, reproduzo aqui o texto:

Ângulos de entrada, saída e de quebra. Estes ângulos são muito importantes para a dinâmica dos veículos offroad e também para os carros de rua.

Vamos definir cada um deles e esclarecer sua utilidade.

Ângulo de entrada (AE). Também é chamado de ângulo de ataque. Ele é formado entre a horizontal e a reta que tangencia o pneu dianteiro e o ponto inferior da área frontal do veículo.

Veja o que é o ângulo de entrada (AE) no desenho esquemático da figura a seguir. O AE é responsável pela capacidade do veiculo enfrentar obstáculos verticais (um meio-fio alto ou uma rampa íngreme, por exemplo). Quanto maior o ângulo, mais capaz é o veículo. Continuar lendo